Shop Arte & LazerShop Lançamentos

Exposição de arranjos florais da Expoflora resgata cultura e tradições holandesas

Os decoradores Jan Willem van der Boon e Jessica Drost utilizam 270 mil hastes de flores e mais de 20 mil vasos de plantas para resgatar a cultura e a tradição holandesas por meio de arranjos florais. Em 12 cenários eles destacam os costumes e curiosidades dos Países Baixos e os interesses e paixões da população daquele país

primeiro cenário traz as “louças azuis”, ou melhor, a porcelana produzida na cidade de Delft (“Delft Blue”) desde o século XVII. Em seu apogeu, havia 33 fábricas em Delft. Hoje, a única que ainda resta é a Royal Delft. O cenário traz os “beijoqueiros”, a “camponesa”, os “moinhos”, pratos e tamancos, tudo decorando uma praça na qual o food truck vende pratos e snacks típicos, como o salsichão e linguiças holandesas, o frikandel, o kroket, batata frita, queijos, o Oliebollen e o stroopwafel. A decoração é nas cores azul, vermelha e branca. As flores escolhidas são as violetas, delphinium, rosas, crisântemos, poinsettias e begônias. Em meio às flores, a oma (avó, em holandês) observa tudo.

            

segundo cenário traz um campo aberto de tulipas, um dos cartões postais dos Países Baixos. Sobre ele, um arco de vários tipos de flores.

terceiro cenário representa um típico café holandês e saúda o rock ’n’ roll. As xícaras e os pires pendem do lustre. Tonéis servem como floreiras. Nas prateleiras, garrafas de cerveja misturam-se aos vasos. As mesas são do tipo bistrô. Discos de vinil decoram as paredes ao lado de um poster da cantora brasileira Lilian Vieira – muito conhecida na Holanda -, além de objetos. Os arranjos e buquês têm crisântemos, cravos, gérberas e rosas amarelas, laranjas e vermelhas.
quarto cenário é um grito de alerta: SOS Amazônia. O ambiente foi criado na cor vermelha para remeter às queimadas e chamar a atenção para a floresta que desperta a preocupação de vários países. As “chamas” são feitas de poinsettias, aspleniuns e rosas. O apelo dos decoradores é pela paz, por mais amor, pela união e amizade.
cenário cinco homenageia o futebol, paixão tanto dos brasileiros quanto dos holandeses. Painéis em preto e branco trazem o ícone Pelé e o craque holandês Johan Cruijff e bolas de futebol. As flores e plantas são todas verdes e brancas. Entre elas, antúrios, molucela, crisântemo pinóquio, hortênsia e gérberas.          

sexto cenário retrata um autêntico mercado da cidade de Gouda, conhecida pelo queijo de mesmo nome (pronuncia-se “rráuda”). É berço, também, da bolacha stroopwafel, uma delícia cuja receita original é de 1784. Nesse mercado, os queijos são vendidos pelo preço determinado pela quantidade de batidas de mão. Os queijos são transportados nos ombros, em gôndolas, e levados do armazém para carros e carroças. O espaço traz samambaias e rosas. Muitas rosas.

Novidades em floressétimo cenário é destinado à apresentação dos lançamentos e das novidades de flores e plantas na Expoflora 2019: begônias de folhas verdes com brilho acetinado na frente e vermelho aveludado no verso; a cravínea Pink Kisses, miniatura de cravo no formato de beijo; a petúnia Lightning Sky, Glacier Sky e Pink Sky; a sansevieria Estrela; flor do campo Tinga Pink White e a Veronica.

          

Destaque também para a Samambaia Azul, para os ranúnculos, para a amorina, as angelônias, o rosário, os coleus, as portulacas, os Limoniuns coloridos, para os aspleniuns e para os hibiscos Petit Orange. Tem flores novas com nomes diferentes, como a Ammi Majus Dara, a Calipetite (mini Calibrachoa), a Pilea, a tulipa Lalibela, a Gynura, a Pagoda, a Orquídea Dendrobium Nobile, a ofélia e os lírios Tabledance, Tarrango e Dobrados (com o dobro de pétalas).

No cenário oito, os decoradores fazem referência ao Natal dos holandeses. O personagem principal, Sinterklaas, se veste de vermelho, tem barba branca, cajado, traz presentes, tem ajudantes, mas não é Papai Noel. Sinterklaas é São Nicolau, um bispo espanhol que chega de navio. A tradição data do século XIV e é celebrada em 5 de dezembro, véspera da data da morte do santo. Ele entrega presentes somente para as crianças que se comportam durante o ano. Seus ajudantes são os Pedros Negros. Diz a lenda que, durante o ano, o comportamento das crianças é anotado em um grande livro, entregue no final do ano a São Nicolau. O ambiente retrata a tradição de uma casa com lareira onde as crianças colocam dentro de seus sapatinhos ou tamancos presentes para o cavalo de São Nicolau, como cenoura, feno e açúcar. O Pedro Negro vem pela chaminé, vai até a lareira, leva os presentes para os cavalos e deixa um doce no sapato das crianças. Há ainda flores coloridas para festa, como crisântemos, minirrosas, brinco de princesas, samambaias, kalanchoes, cimbídios e bromélias.          

A festa do Dia do Rei, comemorado em 27 de abril, data do aniversário do monarca, é apresentada no cenário nove. Um grande painel traz a foto do rei Willem-Alexander e da rainha Máxima, assim como fotos das comemorações que ocorrem em todo o país. A cor do ambiente e das flores é a laranja, a mesma da realeza. Entre as bandeirolas, há celosias, gérberas sem pétalas, crisântemos, cravos, estrelícias, rosas e antúrio.

            

Na Holanda, a bicicleta é mais do que um meio de transporte, é um estilo de vida que cresce ano a ano e que cada vez conta com mais usuários. Assim, o veículo de duas rodas ganhou um cenário, o 10, para ser lembrada. Bicicletas coloridas estão pelo chão e no teto. Tudo entre os vasos de rosas, begônias, kalanchoes, samambaias, chorões e dálias.

cenário 11 traz os esportes de inverno, como a patinação no gelo. No inverno, pode-se patinar até pelos canais congelados – hoje, mais raros, devido ao aquecimento global. Para a ambientação, tuias e buxinhos mesclados aos kalanchoes e crisântemos brancos, como se estivessem cobertos por neve.
cenário 12 representa a tenda de rua onde são vendidos peixes, como a enguia defumada e o haring curtido na salmoura.O último ambiente, o 13, foi reservado para os descobrimentos marítimos, devido à tradição holandesa de se aventurar pelos mares. Os artistas lembram a história de três adolescentes que queriam ser marinheiros. Conta a lenda que eles entraram escondidos no navio e partiram para conhecer o mundo, até serem descobertos pelo capitão. A decoração traz o globo terrestre, bússolas e uma caravela. As flores e plantas são tropicais, como as orquídeas, bromélias, violetas e impatiens.

          

Serviço
38ª Expoflora
Localização: Holambra – SP
Data: 30 de agosto a 29 de setembro de 2019, de sexta a domingo
Horário: das 9h às 19h
Ingressos: R$ 52,00 na bilheteria, no site www.ingressorapido.com.br e com os representantes informados no site www.expoflora.com.br
Ingressos para grupos: (19) 3802-1499 / 98115-1294 / 98114-9783 / 98168- 3600 e centraldereservas@expoflora.com.brlaercio@expoflora.com.br e
reservas@expoflora.com.br.
Informações para o público: (19) 3802-1421 e expoflora@expoflora.com.br

Fonte: Inforex

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar